Um pequeno passo que permite ao pensamento num abrir e fechar de olhos atravessar o oceano e estar aqui e lá.
Segunda-feira, 28 de Abril de 2008
Cabo Verde em Familia

Também se vive Cabo Verde em família e em casa.

Fala-se português, sanpadjud e badiu ... o que era estranho com o tempo vai deixando de ser e o crioulo já soa familiar porque o é.

Cheira a cachupa, o tacho é enorme, ferve, borbulha, e como as boas recordações também se fazem de paladares ao som da Cesária ou Ildo Lobo lembramos o queijo de Santo Antão, as bolachas de S. Vicente, os fantásticos pastéis de milho e a única e original linguiça que apelidamos de "ouro" comestível em tom de brincadeira.

A minha sogra abre a tampa de uma lata azul com quadrados robustos de doce de leite ... humm!

Lisboa vai cuidando da nostalgia com restaurantes, música e espaços de Cabo Verde para todos e adorados por todos.

Falta-nos o mar, o calor e tanto mais ...

 

 

 


música: Mar Azul

publicado por L&J às 13:47
link do post | comentar | favorito

Obrigado pela visita!
LINKS
pesquisar
 
arquivos
tags

todas as tags

Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
15
16
17
18

19
20
21
22
24
25

26
27
28
29
30
31


subscrever feeds